Um pouco sobre cerveja

o-mundo-da-cerveja-6

Gosta de cervejas? Então chega mais.

Me chamo Marcel Lopes, tenho 37 anos, nascido no Rio e criado em Niterói, (Nikity, para quem é daqui) e me convidei fui convidado pela Lelê Navarro, para falar sobre o líquido sagrado nosso, de cada dia. Trabalho com TI, e nos fins de semana, fotógrafo.

O mundo das cervejas tem crescido rapidamente, pelos quatro cantos do Brasil. Onde você for, encontrará uma Micro cervejaria, ou algumas maiores. Temos cervejas para todos os tipos de paladares e bolsos. Cervejas ótimas custando entre 5 a 6 reais, até as que custam 40 reais ou mais, isso as de solo brasileiro! Lá fora tem mais caras. São vários estilos de cervejas, várias siglas nos rótulos, e também várias escolas cervejeiras diferentes. É um universo infinito de aromas, cores, sabores e porque não, texturas também.

.                                      o-mundo-da-cerveja-2                o-mundo-da-cerveja-3

A que estou bebendo hoje, é a Beck’s. Uma Premium American Lager, alemã. Concorrente direta de outras American Lagers, como Stella Artois, Heineken, Grolsch e Carlsberg. Não é fácil de encontrar pelos bares do Brasil, comprei no site Empório da Cerveja lá também tem este copo, de 300ml. Com a chegada do verão, esta cerveja é uma boa pedida, pois tem uma ótima drinkabilidade, que significa… é fácil de beber.

o-mundo-da-cerveja-4

Se você tem costume de beber Stella Artois, Heineken ou até mesmo Budweiser, não terá dificuldade com a Beck’s, pois são muito parecidas, mas claro cada uma com o seu sabor próprio. As Lagers são muito indicadas para o verão brassileiro, por serem leves, em relação a outros estilos, e também bastante refrescante. Cai bem para um fim de tarde.

Um pouco sobre a história da Beck’s

o-mundo-da-cerveja-5

A história da cerveja BECK’S começou no dia 27 de junho de 1873 quando o grande mestre cervejeiro Heinrich Beck, o engenheiro Lüder Rutenberg e Thomas Bay, se uniram para formar a cervejaria Kaiserbauerei Beck & May, na cidade de Bremen no norte da Alemanha. A primeira cerveja, batizada de BECK’S PILSNER PREMIUM, foi produzida de acordo com a conhecida Reinheitsgebot ou Lei da Pureza da Cerveja, que data de 1516, onde a cerveja deveria ser feita somente com malte de cevada, lúpulo e água. A cerveja imediatamente era vendida para as tavernas e pequenos estabelecimentos da cidade de Bremen. No ano de 1875 a cervejaria adotou o nome Kaiserbauerei Beck & Co., depois da saída de Thomas May da sociedade.

No ano seguinte surgiriam três ícones da marca: a chave que aparece nos rótulos da cerveja e que representa a “Key of Bremen” (chave da cidade de Bremen), o rótulo oval e a tradicional garrafa verde (para que a luz não alterasse o sabor da cerveja), uma grande inovação para a época já que as outras cervejas eram vendidas em garrafas de cor âmbar. Era o início do nascimento de um ícone alemão do segmento de cervejas.

o-mundo-da-cerveja-6

Mas o que difere o sabor das cervejas? Esse assunto é gigante para ser discutido, mas posso adiantar que, o tipo de malte (maltados e/ou não maltados), da quantidade e os tipos de lúpulos, a escolha do fermento para cervejas de alta e baixa fermentação, e até mesmo o processo de fabricação. A escolha dos ingredientes e suas quantidades faz toda a diferença na hora de criar a cerveja.

Tem alguma sugestão? Alguma dúvida? Gostou do texto? Quer que eu continue escrevendo mais, sobre o assunto? É só deixar um comentário aqui no blog. Na próxima, a primeira rodada é por minha conta!

Fonte:

História da cervejaria Beck’s – Blog mundo das marcas





Você também pode gostar...

Inverno 2018 Santa Lolla
(18 de março de 2018)

Versace for Riachuelo
(7 de novembro de 2014)

Canal Concept um charme
(22 de dezembro de 2015)