Um pouco sobre o segundo dia de SPFWN44

28082017-IMG_1340

Ontem fui ao SPFWN44, oficialmente essa edição começou no domingo com o desfile da Iódice no Palácio Tangará, aliás o desfile estava incrível. Ontem fui a três desfiles: Fabiana Milazzo, João Pimenta e Triya. Os três desfiles foram muito bons, sou um pouco suspeita para falar porque gosto muito dessas marcas. Fiquei muito feliz em fazer algumas perguntas para o João Pimenta, adoro o estilo dele, sempre fugindo dos padrões. Bora para o post?

Osklen

28082017-IMG_1276  28082017-IMG_1243  28082017-IMG_1248

A Osklen se inspirou nas obras de Tarsila do Amaral, precursora do Modernismo, a coleção começou com looks monocromáticos em tom cru, representando as telas em branco. Depois vieram combinações de branco e preto representando o início da criação das obras, mostrando como se fossem os esboços das telas. Os looks monocromáticos em vermelho – amei – foram inspirados no autorretrato ‘Manteau Rouge’. E os looks bem coloridos foram inspirados nas obras da Tarsila e como ela representava em sua arte a diversidade brasileira, o verdadeiro Brazilian Soul. Foram usadas a técnica de moulagem para trazer a forma quadrada das telas para as roupas, em contraste com a pintura orgânica da Tarsila. Gostei muito dessa alfaiataria um pouco desconstruída e com toque urbano e de arte!

Mais imagens

Fabiana Milazzo

 28082017-IMG_1532  28082017-IMG_1673  28082017-IMG_1616

Esse foi o segundo desfile da Fabiana Milazzo no SPFW, que arrasou novamente! Nessa coleção a designer se inspirou no mundo surreal e lúdico dos sonhos, por isso os vestidos mostram muitos tecidos leves e transparências, quase como lindas camisolas muito bem trabalhadas. “Nossos sonhos nos contam histórias e habitam um mundo onde tudo pode acontecer e o irreal se faz presente. A ideia é explorar essa surrealidade e as narrativas que surgem enquanto sonhamos. Para esta coleção trazemos os vestidos dos sonhos, literalmente”, contou a estilista. Para conseguir passar essa leveza dos sonhos para as passarelas a Fabiana usou materiais ultraleves, tecidos nobres em seda pura, como o chiffon e a organza, tules lisos e plissados, renda chantilly, plumas e lamê italiano, que se moldam em formas assimétricas, godês, babados, ombros proeminentes e mangas amplas. Esses vestidos parecem mesmo puro sonho, fiquei apaixonada com tanta leveza e brilhos fantásticos! E vocês gostaram? 😉

Mais imagens

João Pimenta

28082017-IMG_1875  28082017-IMG_1939  28082017-IMG_2011

O João Pimenta é um dos estilistas que mais gosto por sempre ir contra os padrões e fazer coleções bem modernas com mistura de muitos tecidos e texturas, essa coleção seguiu esse estilo. Esse mix de tecidos que deixa as roupas bem modernas: algodão, telas, renda, papelão, jacqurad, bordados. A coleção foi inspirada na dualidade do ceú e inferno, por isso o desfile começou com looks monocromáticos brancos e terminou com looks em vermelho e com algumas peças com bordados. Na representação do inferno foi explorado um pouco a sensualidade masculina, que foi pensada em ser usada desde o início da coleção, não apenas no corte da roupa, mas também mostrando um pouco o corpo masculino. A coleção tem uma pegada mais streetwear, não deixando de lado o estilo genderless, presente mais ainda com duas modelos no casting do desfile. Ou seja, a moda mais do que nunca serve para quebrar barreiras e paradigmas!

Mais imagens

 

E aí, gostaram desse post sobre o SPFWN44? Se tiverem alguma dúvida ou sugestão de pauta, deixem nos comentários ou no Instagram do Blog. Se gostaram do post deem like, compartilhem e não deixem de cadastrar os seus e-mails na newsletter do site (VEJAM o lixo eletrônico). Beijos!

Fotos: Lucas Cordeiro





Você também pode gostar...

FotorCreated

Top 5 Fall 2017 Mens Show
(26 de janeiro de 2017)

Como usar terno com estilo
(27 de julho de 2015)

Riachuelo e a inspiração em Aruba
(17 de outubro de 2014)

Rei da Barba
(10 de março de 2016)