Mundo Sombrio de Sabrina no Netflix

Sim, confesso que maratonei! Quem nunca ou quem sempre!? A Netflix lançou nos últimos dias de outubro uma nova versão da nossa bruxinha amada, Sabrina. Claro, que em uma versão mais densa e sombria… Bora ver o post completo sobre um pouquinho da série, sem spoilers!

Amava assistir a série “Sabrina, a aprendiz de feiticeira” e seu gatinho Salem… O Salem continua na série atual, porém nessa versão ele não fala. As tias Zilda e Hilda continuam nessa versão, aliás brigam bastante como antes. Na nova versão a Sabrina tem um primo Ambrose, que vive em prisão domiciliar na casa das tias com a Sabrina, que tem um humor ácido e sempre alerta a prima dos passos maus dados que ela dá. O interessante da nova série é que está atual com as discussões de luta pelos direitos das minorias, tendo personagens homossexuais e feministas. Sem falar que nessa versão tem a presença de negros no elenco, que antes não havia.

Bom, vamos para a estória em si dessa primeira temporada… A trama começa alguns dias antes do Halloween, quando Sabrina faz aniversário de 16 anos, e teria seu batismo negro e viraria uma feiticeira de fato (Sabrina é meio mortal e meio feiticeira). A estória se passa na cidade de Greendale, que é normalmente mais macabra e parece sempre estar no Halloween, a cidade tem uma história marcada por caça às bruxas como a cidade de Salem.

Mas Sabrina fica em dúvida se deve abandonar a vida mortal e se tornar de vez uma feiticeira, assinando o seu nome no livro das trevas. Muito dessa dúvida de Sabrina se deve ao amor que sente pelo seu namorado Harvey e seu amigos mortais. A princípio Sabrina consegue manter a vida dupla dela, mas aos poucos vai fazendo cada vez mais coisas de bruxaria em nome do amor que sente pelos mortais e quebra regras que não devem ser quebradas nem por bruxos e nem por mortais. Ou seja, sem perceber vai se tornando cada dia que passa mais aquilo que não gostaria de ser, uma bruxa de fato. Nem preciso falar que essas desventuras são garantia de muita aventura, né!?

O estilo de gravação lembra muito entre os anos 80 e 90, tudo na cidade é antigo, mas aparecem elementos atuais como celulares e notebooks. Às vezes faz a nossa cabeça bugar um pouco sem saber qual é o tempo cronológico da série, mas acho que o objetivo era parecer uma cidade parada no tempo. Os efeitos especiais são incríveis, ficando um terror moderado, mas tem algumas cenas fortes de cortes de gargantas. E realmente não tem como não maratonar, porque quando acaba um episódio, não tem como não ver o seguinte. Fiquei sem palavras! 😱

Elenco: Sabrina Spellman (Kiernan Shipka), Hilda Spellman (Lucy Davis), Zelda Spellman (Miranda Otto), Ambrose Spellman (Chance Perdomo), Harvey Kinkle (Ross Linch), Rosalind Walker (Jaz Sinclair), Madam Satin (Michelli Gomez), Prudence (Tati Garielle), Father Blackwood (Richard Coyle).





Você também pode gostar...

Terceiro Trend Session LYCRA®
(30 de maio de 2018)

Certo e errado no #TGIT Party
(22 de setembro de 2014)

Clareamento dental
(7 de novembro de 2018)

Brunch de Natal no Morumbi Shopping
(18 de novembro de 2014)
7360eacb-d4e0-4dd7-a08b-2e663669cc3d

Sensation Collectionn Vizcaya
(30 de junho de 2017)